Fragilidades do discurso criminalizador na corrupção: entre o populismo e a ineficácia

| Maio de 2017

Resumo: partindo da afirmação essencial de que o direito penal só deve atuar como ultima ratio, ou seja, quando outros sistemas formais de controlo (sancionatórios ou não) não sejam suscetíveis de serem eficazes, pretendemos argumentar sobre as consequências de uma trajetória populista que contaminou o sistema penal e a expressão máxima que neste discurso têm […]

Ver mais +

O diálogo judicial internacional e a formação de juízes: a lusofonia e a Europa

As questões em torno da justiça e dos juízes tornaram-se uma matéria central para a sociedade nos seus diferenciados níveis, tanto nacional como internacional e mesmo à escala global. A actividade das instituições judiciárias, das associações judiciais e até dos juízes individualmente considerados têm procurado acompanhar e reflectir este fenómeno. Nessa decorrência, a actualidade veio-nos […]

Ver mais +

Separação de poderes e criação do Direito: alguns tópicos para reflexão

(Discurso de abertura das III Jornadas Açorianas de Direito)

| Janeiro de 2015

[Excerto:] 1.Gostaria, antes de mais de saudar os organizadores destas Jornadas pela persistência do desafio de deslocarem o centro de debate intelectual sobre o direito e a sua aplicação prática, para os Açores. As «Jornadas de Direito dos Acores» são já, pode dizer-se, um ponto de referência sobre o que é relevante e importante discutir […]

Ver mais +